Você sabia que agora existe uma fonte B612?

Sim, fui consultar umas fontes no Google Fonts e me deparei com isso daí:

E vou logo avisando: não temos nada a ver com isso (rs). É só uma coincidência de nome.

Essa tipografia foi criada por um estúdio de design francês, a Intactile DESIGN, de Montpellier, para a Airbus – sim, essa tipografia é usada sabe onde? Nas telas das cabines das aeronaves da Airbus.

Em 2010, a Airbus iniciou uma colaboração de pesquisa com ENAC (Universidade Nacional de Aviação Civil) e Université de Toulouse III em um estudo prospectivo para definir e validar uma “Fonte Aeronáutica”: o desafio era melhorar a exibição de informações de dados textuais em todas as telas do cockpit, mais especificamente sobre legibilidade, legibilidade e conforto de leitura e para melhorar a consistência geral da cabina do piloto.

Definição da fonte B612 no Google Fonts.

E vamos mais além:

Dois anos depois, a Airbus chegou à Intactile DESIGN para projetar e desenvolver as oito variantes da fonte. Batizado B612 em referência ao asteroide imaginário do aviador Antoine de Saint-Exupéry, a fonte foi otimizada seguindo uma abordagem caligráfica, a fim de preservar as qualidades legíveis das fontes humanistas como réales e incisos, mas também a imagem técnica e funcional de sans serif ou bitmap.

Definição da fonte B612 no Google Fonts.

Sim, pelo mesmo motivo que a 612 Comunicação tem esse nome – ou melhor, número, e explicamos mais além -, a fonte tipográfica tem esse nome.

Aos amantes da aviação – e do Planeta 612 assim como nós – o estúdio disponibilizou a tipografia de graça para quem quiser usar, com a autorização da Airbus. A fabricante de aviões concordou em publicar a fonte em 2017 com uma licença de código aberto (Eclipse Public License) dentro do projeto Polarsys, um projeto voltado para o setor de aeronáutica hospedado pela fundação Eclipse.

Nesses links você pode encontrar as fontes B612 e B612 Mono.

E podemos ir mais além? Olha que legal: o projeto da tipografia B612 foi premiado com o Observeur du Design: Industry Star em 2018.

E que fonte é essa que a gente usa?

É a Montserrat. Ela é usada desde que a agência foi fundada, e foi empregada por ser a tipografia de comunicação do Blog Josivandro Avelar, isso desde 2016.

A tipografia herda o nome do bairro de Montserrat, em Buenos Aires, onde reside e trabalha a criadora da fonte, Julieta Ulanovsky. A inspiração da tipografia são os letreiros dos comércios do bairro.

Os antigos cartazes e letreiros no bairro tradicional de Montserrat, em Buenos Aires, inspiraram Julieta Ulanovsky a projetar esse tipo de letra e a resgatar a beleza da tipografia urbana surgida na primeira metade do século XX. À medida que o desenvolvimento urbano muda esse lugar, ele nunca voltará à sua forma original e perderá para sempre os projetos que são tão especiais e únicos. As letras que inspiraram este projeto têm trabalho, dedicação, cuidado, cor, contraste, luz e vida, dia e noite! Estes são os tipos que fazem a cidade parecer tão bonita.

Descrição de Montserrat no Google Fonts.

Essa tipografia é tão importante para nós que é história para outro post. Aguardem que vem história!

Compartilhe este post